• RSS
  • Seja Fã no Facebook!
  • Siga-nos no Twitter!
  • Adicione-nos no Orkut!
  • Mande-nos um E-mail!
  • Adicione-nos nos seus Favoritos!

Menu Rápido

Luiz Gohara, mais um brasileiro rumo a MLB

Postado por Amauri Leite no sexta-feira, setembro 07, 2012 Seja o Primeiro a Comentar!

Considerado uma das grandes promessas do beisebol brasileiro, o arremessador Luiz Gohara assinoucontrato com o Seattle Mariners, equipe da MLB, tradicional liga americana de beisebol. O valor da transferência do atleta é o maior da história para um jogador do esporte no País. O valor pago pela contratação é de US$ 880 mil (cerca de R$ 1,7 milhão) por seis anos, sendo que o jogador ganhará um salário mensal de US$ 850 (cerca de R$ 1,7 mil), com previsão de aumentos progressivos.

Torcedor do Corinthians, Luiz Gohara trocou o futebol pelo beisebol cedo. Nascido na pequena Bastos, de apenas 20 mil habitantes e conhecida como “capital do ovo”, no interior de São Paulo, uma cidade com forte influência japonesa, começou a jogar aos seis anos. Com arremessos que chegam a 96 milhas por hora (em torno de 154 km/h), que combinado com o fato de ser canhoto fez com que 12 diferentes times na liga americana se interessassem pelo atleta.

Luiz que estuda no 1º ano do Ensino Médio já é considerado um fenômeno para a idade e todos olheiros americanos que vinham eram unanimes em dizer que Gohara era uma “jóia rara a ser lapidada” e que jogador como ele no mundo todo surgia um a cada 10 anos!


"Sigo o Luiz desde os 14 anos, e cada vez que o observo vejo um grande progresso, uma performance cada vez melhor", afirma Emilio Carrasquel, olheiro venezuelano dos Mariners que veio ao Brasil para acertar os detalhes finais da contratação.


- Ele não tinha a idade mínima de 16 anos, que completou em 31 de julho, e não podíamos nem falar de contrato - revela o pai, também chamado Luiz Gohara, que trabalha numa cooperativa de produtores de ovos. - Mas existe essa expectativa desde o ano passado, quando vários olheiros vinham observá-lo.

Nos Estados Unidos, para onde vai viajar sozinho, Luiz Gohara não vai encontrar uma realidade muito diferente da atual. Ele mora sozinho há um ano e meio no Centro de Treinamento da CBBS, em Ibiúna, também interior de São Paulo.

- A gente acompanha e aconselha porque ele é muito novo. Viver sozinho num pais diferente é muito difícil - destaca o pai. - A gente não pode se empolgar muito. Tem muita luta pela frente.

Recentemente Gohara sedeu uma entrevista ao SporTVNews, comentando sobre o acontecido e sobre como convencer seu pai a trocar o carango antigo.

PS: Enquanto isso aguardamos se Gohara consegue convercer seu Luiz a trocar de carro.

Muita sorte ao Gohara que agora é mais um represenantando o beisebol brasileiro no exterior.

0 comentários:

Postar um comentário